Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



alucinações...

Quarta-feira, 28.10.15

 

 

horas mortas na tarde cinzenta,

a chuva e o vento em sintonia,

como os amantes abraçados em qualquer esquina...

 

a sebe, de folha pintada de Outono,

balança ao sabor do vento

arrepiando a mente com imagens inventadas...

 

parece gente, ou espírito em forma de gente,

num vai-vem medonho, 

pronunciado pela luz do candeeiro,

imaginado numa mente débil e perversa...

 

ligo o motor do carro,

faróis em "longo alcance",

e arranque sem olhar para nada...

 

no meu horizonte, 

olhos que vêm, sem nada ver,

procuram a brisa da madrugada

e as imagens da primavera, para lá do monte... 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:49


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.