Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



falando ao tempo...

Quarta-feira, 11.02.15

ouves a chuva cair,

o choro das árvores sem nome?

talvez não ouças,

talvez nem saibas como sentir

o peso de uma gota,

de uma lágrima a fugir...

 

afasto as cortinas do lado cinzento,

da dor que cobre o tempo...

vá lá, não fiquem assim,

assim me visto,

assim no tempo resisto,

até que o tempo se lembre de mim...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:44


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.