Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



leituras....

Terça-feira, 22.10.19

leitura.png

queria partir em cada verso que leio,
em cada poema, quantas vezes imperceptível,
decifrar o pensamento do autor,
o rumo das palavras, o segredo das palavras...

mas ao fazê-lo, arrisco entrar
no obscuro, na desconhecida mente,
que, quem sabe, cada palavra me tome, me atormente,
me seduza, por quem me deixe encantar...

o autor tem seus métodos, seus truques infalíveis
de prender o leitor, de o conduzir
pelos incautos caminhos, ou até fazer seu mundo ruir
onde o mais forte enxuga suas lágrimas em momentos sensíveis.

folha após folha, poema após poema,
deixo deslizar o pensamento como a pena no papel,
deixo fluir, como brisa suave num fim de tarde,
ainda que os medos se agitem na ponta dos dedos.










 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 20:01


2 comentários

De green.eyes a 22.10.2019 às 22:00

E quem não sabe escrever coisas bonitas, é o meu caso, restalhe contemplar o que os outros escrevem...
Bj

De Alexandrino Sousa a 22.10.2019 às 22:07

se escrever com a alma, parece-te bonito, só posso ficar feliz :)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.