Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



o campo e as flores..

Quinta-feira, 24.04.14

 

 

 

olho a terra em redor,

sem o betão

ou o negro asfalto

das máquinas poluentes...

livre, sem pegadas,

dela brotam mil flores,

e são tantas as cores

que esqueço que vivo na cidade...

incauto o coração,

admira  na simplicidade

a beleza e a contradição

de outras, que se vestem de falsidade...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:24