Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



ondas de verão...

Domingo, 05.07.15

belas as manhãs de sol e mar,

de brisa, corpos morenos e ruídos,

ruídos de quem não tem o amanhã,

mas vive, devora cada momento,

como só as crianças, e as ondas no areal...

 

deixo-me embalar, e parto com os sonhos

na crista de cada onda,

até onde me leve o acordar...

como um barco que parte até se esconder no horizonte,

assim é meu desejo, vontade indelével

de não mais voltar...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 11:48


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.