Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



sons do silêncio....

Domingo, 06.07.14

 

 

 

 

falas para mim na neblina do amanhecer,

na chuva que cai na manhã de verão,

falas para mim, mas eu não vou ouvir,

tudo se vai apagar apenas com um raio de sol.

 

queria te ouvir, como ouço o silêncio

e todas as palavras que invento,

queria te ouvir como a brisa que passa,

ou o singelo voar da libelinha...

 

fecho o livro das imagens e das palavras,

dos sonhos (ai os sonhos..) e dos sorrisos,

das lembranças e da esperança

que do pensamento sumiu, e jamais alcança....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:20


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.