Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Aprendiz de cantor

Segunda-feira, 06.07.09

 

ficção

  

Sou um fingidor

aprendiz de cantor

e as letras que invento

apaga-as o vento

num sopro sem dor

 

Mas continuo a tentar

uma palavra a rimar

até que nasça  o dia

até que alguém sorria

e se ponha a cantar:

 

Sou poeta cantor

versos cantando o amor

na tarde fica a melodia

coros em sintonia

das letras de um sonhador

 

Sou poeta cantor

versos cantando o amor

na tarde fica a melodia

coros em sintonia

das letras de um sonhador

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 19:16