Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


tu....

Sábado, 28.06.14

 

 

saboreio teu corpo na imensidão do desejo,

imagino-o, e ao fazê-lo, em mil retalhos

o recorto... em cada recorte, um beijo...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 21:52

meu mundo...

Terça-feira, 27.05.14

 

 

subtilmente abres as portas do meu mundo,

lado a lado com a inocência no olhar,

e é nesse olhar, sereno e profundo,

que me questionas, sinto-o, e mesmo sem falar

lês todo um ser, como se um livro aberto...

 

nada escondo, e de te sentir tão perto

baralham-se minhas contas, o atrevimento

renasce, florescem, incendeiam-se mil ideias

numa mente que te despe no momento,

e me encanta, como se embalado por mil sereias...

 

ouço o mar, a espuma se sumindo no areal,

outros ruídos, tentativas de afastar meu medo,

dúvidas...e nesta guerra, minha, invento um sinal,

armadilhas, se invadirem meu refúgio, meu rochedo...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 21:49

ondas de ti...

Segunda-feira, 17.02.14

 

 

 

 

são tuas vestes, as ondas

que a brisa faz baloiçar

em cada movimento teu.

 

em cada onda, repousa meu olhar,

meu pensamento, baloiçando num barco

sem remos, apenas navegar.

 

sigo viagem, mera miragem

nas ondas que são teu corpo

e meus desejos em libertinagem...

 

espera... despe-te de ti,

despe-te dos rios ansiando meu mar...

tanta praia, tanto areal por aqui...

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 21:11

como pétalas de rosas...

Sábado, 25.05.13

 

 

como pétalas de rosas

aveludadas, sedosas,

assim são tuas mãos,

teus dedos,

teus seios (ah, teus seios,

como as maçãs verdes...),

teu corpo sem segredos,

e teus lábios de mel...

 

tão fácil embalar teu corpo,

tão difícil me esquecer dele...




 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 16:09

Como se fosse um Sonho...

Sábado, 17.03.12

 

 

Navego em teu corpo

de calmas ondas,

porto seguro,

pouco profundo...

 

Velas desfraldadas ao vento,

viajo sem tempo

buscando teu paraíso...

 

E aí, qual oásis no deserto,

é o destino certo

para todas as fantasias,

para as nossas fantasias...

 

Navego em teu corpo

neste sonhar acordado,

mãos tacteando o tempo,

como se o momento

pudesse ainda ser tocado...

 

...mãos tacteando o tempo...

e num lamento,

implorando aquele momento...

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 16:20

Destino Final

Sábado, 28.08.10

https://1.bp.blogspot.com/P1020370.JPG

 

Soltam-se os sinos na igreja,

sons únicos que ecoam no tempo,

quatro tábuas repousam no chão,

almas "vivas" aguardando o momento...

 

"Companhia" que ninguém vê,

perfume que ninguém sente,

seu caminhar sente-se na aragem

que nos atravessa, nos trespassa...

 

Ouve-se a oração, a ladainha,

um adeus até outro mundo,

e as almas se recolhem, repousam

num sono eterno, profundo...

 

De pó, é seu corpo efémero,

em pó, cinza, restos, lixo,

o tempo tratará do impuro,

será o que ninguém quer...

 

Fecha-se um tempo, um ciclo,

cerram-se os olhos na recordação,

tudo vai passar, atenuar,

novas vidas se seguirão...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 15:05

Sinais com Dor...

Quarta-feira, 03.02.10

 

 

http://arquivos.tribunadonorte.com.br/fotos/28721.jpg

 

Os dias vão passando tristes e lentos,

sem sabor, sem reboliço,

sem chama que nos faça vibrar...

É a dor que chega sem avisar,

é um não dormir na noite fria,

é o corpo a reclamar da demasia...

Olho para o espelho e reclamo...

Porquê este inferno,

esta dor surda e muda,

se meu tempo, tem pouco tempo,

mas parece já ser Inverno?

Não, não, meus dias são Verão,

ainda vou no meio da estação...

Por favor livrem-me da agonia,

do sentir da agulha fina e comprida,

do liquido que sinto me violar,

da licença para não trabalhar...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 18:53