Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


tu....

Sábado, 28.06.14

 

 

saboreio teu corpo na imensidão do desejo,

imagino-o, e ao fazê-lo, em mil retalhos

o recorto... em cada recorte, um beijo...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:52

desejo...

Sábado, 18.05.13

 

 

 

se eu descrevesse em frases, palavras,

o teu sorriso,

se eu desenhasse em forma de castelo

teu doce beijo,

quem iria descobrir que nas nuvens

está teu corpo, 

voando sobre o meu, saciando o desejo...




 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 23:10

palavras ao vento...

Sábado, 19.01.13

 

 

 

dizes-me palavras que eu não entendo,

uma vezes vestidas pelo sol do verão

outras tão enrugadas pelo frio do inverno...

quer minha alma perceber

se as lendo, amanhã será primavera,

ou virá o Outono da vida.

não me fales nunca, palavras

que não sabes o que querem dizer,

ou se sabes, faz de conta,

deixa assim a vida correr...




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 20:01

Desejo...

Terça-feira, 20.11.12

 

 

em chama lenta, atroz,

arde este corpo, esta alma

pela chama viva do desejo...

 

sussurro por tua voz,

por teu corpo, teu beijo...

imploro tua presença na madrugada,

pelos teus gemidos de mulher amada...

 

vai noite, já é tarde...

logo, logo, este corpo que arde

sucumbirá, para renascer, para viver...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 20:22

Fez-se noite...

Segunda-feira, 19.11.12

 

 

depressa se fez noite

na tarde que rápido se despia,

entristecem-se os olhos,

invade-nos a melancolia ,

até que renasça a luz,

até que se faça dia...

 

na esplanada, ainda sem fumo,

sem ruído, mas a teu lado,

o desejo do cigarro,

no prazer do beijo trocado,

olhando as estrelas,

em busca do sonho adiado.

 

dá-me lume...

faz renascer os sentidos...

a noite será nosso manto,

e a calçada nosso leito,

e mesmo que se quebre o encanto,

os sonhos Amor,  serão vividos....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:40

Mil Anos, Mil Desejos....

Segunda-feira, 08.10.12

 

 

já passaram mil anos nos dias que vivemos,

já passaram mil aventuras , mil desejos,

já foram mais de mil os actos de amor, os beijos,

e outros mil que a nós mesmos prometemos.

 

e em cada novo dia, uma promessa de eternidade,

mil anos que renascem em cada dia adiado,

corpo carente, ardendo de paixão, insaciado,

mil loucuras na mente,  incendiadas pela saudade...


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:56

Desejos...

Domingo, 30.09.12

 

 

é na tarde de domingo,

com sol e saudade,

que a esperança renasce,

pelo teu corpo anseia...

 

nos meus lábios, os beijos teus

ainda molhados pelo desejo,

no pensamento, os delírios

ecoados no tempo..

 

e é tão bem definida a imagem

de meus dedos te tocando,

teus contornos desenhando,

como se fosse possível memorizar,

 

teus seios, teu ventre,

lume que arde sem se ver,

poema declamado ao vento,

ânsia sentida por prazer....

 

e num rasgo de loucura,

a libertação,

torrente de lava,

efémera ebulição...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 17:41

Bom Dia, Bom Feriado

Quinta-feira, 07.06.12

 

 

 

 

...e no silêncio da manhã,

apenas salpicado pelos pingos de chuva,

o sussurrar do desejo,

palavras ditas num beijo,

doces, curtas sim, mas doces,

como o meu café da manhã...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 10:39

Destinos

Sexta-feira, 05.11.10

 

 

http://farm1.static.flickr.com/243/528845225_5bf861fc63_o.jpg

 

Onde pára teu olhar,

esse olhar que me trespassava,

que me prendia,

que me sufocava??

 

Onde pára teu sorriso,

contagiante,

lindo, e ao mesmo tempo cruel,

num olhar cintilante?

 

Onde pára tua vida,

teus sonhos, teu querer,

teus projectos, teus desejos,

tua vontade de viver?

 

Em que parte parámos nós?

Saberemos a resposta algum dia?

O amor não ousou sobreviver,

apenas o desejo nos prendia...

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:18

E o Amor acontece...

Segunda-feira, 10.05.10

 

http://tk.files.storage.msn.com/

 

(ficção)

 

Abres-me a porta

e um convite para entrar...

Velas perfumadas,

luz ténue pela sala,

vinho sobre a mesa...

 

Teu corpo envolto em véu,

perfume exalando no teu deambular,

uma voz suave e sedutora,

carícias de tuas mãos,

desejo em reboliço...

 

Meu Amor, nada de jogos,

nada de fantasias,

tu me queres eu sei,

eu te quero também,

entrega-te em meus braços...

 

Beijo teu corpo nu,

passo a passo, lentamente,

e me perco no calor de teus seios...

Abraça-me amor...

sussurra-me de forma ardente...

 

O tempo pára, tudo pára,

gestos se repetem na madrugada,

gemidos entre paredes repetidos,

corpos suados,

lençóis pelo chão espalhados...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:45