Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


nas asas dos sonhos...

Terça-feira, 10.06.14

 

 

como se tivessem asas,

voam os sonhos em voo planado,

ao sabor do vento,

deixai-os voar, dai-lhes tempo,

os sonhos têm destino traçado!!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 16:24

destinos...

Quarta-feira, 08.05.13

 

 

 

 

se eu pudesse,

plantava mil árvores,

mil flores,

semeava um ribeiro de mansas águas,

e assim

nasceria um lindo jardim,

onde se afogassem as mágoas...




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:47

Alma Gémea...

Domingo, 21.10.12

 

 

 

Faz tempo que o destino bateu à porta.

não, não o reconheci, confesso...

Trazia novas, sabores, alegrias

já à tanto tempo esquecidas, no baú perdidas.

Deixei entrar, comi com ele à mesa,

comida farta, vinho e sobremesa,

e ele me deixou a Luz, o caminho e a Vida.

E tudo isto és Tu Alma Gémea,

raiz dos amores e dos desamores,

pêndulo baloiçando a cada dia,

guardiã dos mais severos temores...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:14

Manhã de Domingo

Domingo, 08.07.12

 

e na manhã de sol e poesia,

levo até ti um mundo de recordações,

momentos marcantes, emoções,

que só vive quem acredita em magia,

a magia que nasce nesses corações...

 

e lentamente viajamos no tempo,

(e está tão perto ainda o momento),

sentindo ainda o cheiro de teus cabelos,

os beijos, o amor que fizemos,

imagens sagradas de momentos belos...

 

e cada sonho, cada momento meu amor,

sentimos que o destino nos permite viver,

como se o amanhã, pudesse morrer,

e não nos fosse permitido ver o sol pôr,

ou passearmos abraçados numa rua qualquer.

 

lentamente deixo-me levar pela imaginação,

e fechando os olhos, choro de emoção,

os momentos vividos, sentidos e gritados,

são momentos reais de dois apaixonados,

que os anjos uniram em forma de conspiração...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 12:23

Destinos...

Quinta-feira, 03.05.12

 

 

Param meus olhos a olhar,

a admirar, este botão de rosa

que tende a desabrochar....

Assim são os sentimentos

não partilhados, contidos,

mas que se libertam para amar

se encontram o coração certo,

destinos á muito definidos...

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:35

Fintando o Destino

Sexta-feira, 20.04.12

 

 

Como flores que nascem na primavera,

como a erva que cresce no jardim,

assim renascia em cada amanhecer

o sopro de vida, o principio do prazer,

sorrisos, declarações de amor sem fim...

 

Quis o destino lançar poeira, distracção,

quis pôr á prova os sentimentos,

saber da verdade de tantos momentos,

talvez até ferir de sangue o coração...

Como se no amor houvesse separação...

 

Como se enganam os deuses da inveja,

dominados pela raiva, pela escuridão,

perdidos no vazio da noite eterna,

amparados pelos fantasmas da solidão...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:17

Destinos

Sexta-feira, 05.11.10

 

 

http://farm1.static.flickr.com/243/528845225_5bf861fc63_o.jpg

 

Onde pára teu olhar,

esse olhar que me trespassava,

que me prendia,

que me sufocava??

 

Onde pára teu sorriso,

contagiante,

lindo, e ao mesmo tempo cruel,

num olhar cintilante?

 

Onde pára tua vida,

teus sonhos, teu querer,

teus projectos, teus desejos,

tua vontade de viver?

 

Em que parte parámos nós?

Saberemos a resposta algum dia?

O amor não ousou sobreviver,

apenas o desejo nos prendia...

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 22:18

Destino e Fantasia

Sexta-feira, 08.10.10

http://sininhoinwonderland.blogs.sapo.pt/arquivo/maosdadas.jpg

 

 

Fixo teu olhar mais uma vez...

Preciso dizer, mas será mais fácil escrever

o que aperta meu peito...

Fixo teu olhar mais uma vez...

Queres escrever um poema comigo?

Não precisa rimar ou ter rigor métrico,

basta deixarmos falar o coração.

Pego tua mão, tua singela mão

como se ela me ditasse o que escrever,

como se também tu precisasses dizer

o que sentes, sem dar a entender,

sem que ninguém ouse perceber.

Pego tua mão, tua singela mão,

e num abraço de cumplicidade,

sorrimos, de volta à realidade...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:48

Na Minha Mão

Quarta-feira, 25.08.10

 

 

 

www.fotorkut.com.br/imagens/coracoes/orkut-hi5-coracao_(83).jpg&t=1

 

Abre minha mão, e vês meu coração,

e nessa mão, estampado está teu rosto...

Olhos que abriam com o beijo da manhã,

lábios que sorriam com o nascer do sol...

Abre meu coração, sente seu pulsar,

vitrais das mil alegrias sentidas,

vitrais das agruras escondidas...

Tudo ali guardo, memórias que se lêm,

mas só quem as souber ler,

só quem as souber entender...

Cada traço, cada vinco é um momento vivido,

é um tempo que não quero perder...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:30

Perdição...

Sábado, 01.05.10

 

 

 

 

 

 

Por onde passo, luzes se acendem,

odores de perfumes exalam no espaço...

E quando passo, todos se olham

e se interrogam, ficam quedos.

Nada digo, não olho, nada faço.

 

Meu ser não é deste mundo...

 

Não me queiram tocar,

não ousem fazer amor comigo,

pois seria o maior castigo

querem tanto, o que não quero dar.

 

Meu ser não é deste mundo...

 

E quanto mais os anos passam,

mais meus olhos brilham,

mais olhos carentes encantam,

mais raios de luz me fustigam...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:26