Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


FLÔR DE MAIO

Sexta-feira, 11.04.08

 

 

Te encontrei só, carente,

num qualquer jardim...

Trocamos palavras,

sorrisos...

Te encostei meu ombro,

Fiz teu tempo o meu tempo,

estive sempre presente

mesmo sabendo-te ausente,

dei-te muito de mim...

 

Lentamente foste crescendo,

desabrochando,

aqui e além salpicando

de cor ao teu redor...

 

E a flor de Maio

se tornou flor de Janeiro a Dezembro

lançando perfume,

invejas, azedume,

se tornou Mulher,

um doce apetecível

algo irresistível.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 21:13