Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Teus Lábios

Sexta-feira, 07.05.10

                 

      http://ipt.olhares.com/data/big/17/170186.jpg 

 

De mil encantos são teus lábios,

onde nascem sabores,

ondas de calor

que mexem com paixão....      

Nos teus lábios, secos de ardor,

entrego meus lábios,

como quem bebe do cálice

o líquido que o fará renascer...

Prova Amor, deste vinho,

feito de amor, e não do suor

de quem andou na vinha...

Este vinho, vinho do meu cálice,

é paixão embebida,

é sedução em cada gota,

é um grito na noite,

é um grito à vida.

Meu Amor, são teus lábios o mote,

a raiz de meus sonhos,

e neles perco meu Norte,

quando o Oeste é o caminho...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:58

Perdição...

Sábado, 01.05.10

 

 

 

 

 

 

Por onde passo, luzes se acendem,

odores de perfumes exalam no espaço...

E quando passo, todos se olham

e se interrogam, ficam quedos.

Nada digo, não olho, nada faço.

 

Meu ser não é deste mundo...

 

Não me queiram tocar,

não ousem fazer amor comigo,

pois seria o maior castigo

querem tanto, o que não quero dar.

 

Meu ser não é deste mundo...

 

E quanto mais os anos passam,

mais meus olhos brilham,

mais olhos carentes encantam,

mais raios de luz me fustigam...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:26

Dança para Mim

Segunda-feira, 07.09.09

 

 http://frrnea.bay.livefilestore.com/y1pMxefp6RK8ZAJODYQa5Yam-eLaoE_yDpi49CKsFpuEvRIQ_SeqRz_fwq0dteI8aimQ-aT2aJwyI4aHXoZhd4lzg

 

Sente-se magia no ar,

acordes de música sem parar,

e tu danças na rua...

A praça se abriu para ti,

como és bela a dançar...

 

Teu corpo emana perfume,

tuas formas nos inebriam,

acordam nossos sentidos,

nascem sonhos proibidos,

e tu danças sem parar...

 

Deleito-me com tua imagem,

faço "desenhos", castelos no ar,

fecho os olhos num divagar,

e sigo minha "viagem"

na loucura de te abraçar...

 

Imperfeito juízo o meu,

traços de desvario,

retoques de quem perdeu

ao amor, à sedução,

ou que nunca soube amar...

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:50

SEDUÇÃO

Terça-feira, 07.07.09

 

ficção

 

Prendo-te pela cintura

e bailamos noite dentro

nossos corpos transpiram

nossos desejos aspiram

a momentos de prazer

 

E no silêncio da noite

com que sofreguidão

nos entregamos à paixão

amanhã não quero lembrar

nossa mente não iria perdoar

 

Fecho os olhos para não ver

Amanhã o que vão dizer de nós

se os dois não estamos sós???

 

Vejo-me ao espelho

e renuncio ao homem que fui

ao amante infiel

ao insaciável dom de te ter

ao amante cruel

 

És divindade, flor do prazer

chamamento da perdição

corpo de adoração

de um único querer

momento de sedução

 

Fecho os olhos para não ver

Amanhã o que vão dizer de nós

se os dois não estamos sós???

 

Fecho os olhos para não te ver

meu corpo não precisa saber

o dia que vamos ficar sós

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 19:00

MINHA MÃO NA TUA...

Quinta-feira, 04.06.09

 

https://1.bp.blogspot.com/_VLSbtTqI7Gg/SWcgbbynpHI/AAAAAAAAALI/4atXpaCRAUY/s400/m%C3%A3os.jpg

 

 

(ficção)

 

Meu Amor, estendo-te minha mão,

esta mão que percorreu teu corpo

em tantos momentos de sedução,

e te trago até mim...

Tu és o meu principio e o fim,

somos a perfeita união

de dois corpos, separados no tempo...

Meu amor, na tua mão,

a chave da vida, da razão

de ser, deste momento...

Meu Amor dá-me tua mão...

Deixa-te levar nas ondas da emoção,

nos caminhos  do pensamento,

acompanha-me em ténue viagem

aos confins de meu coração...

Meu Amor, meu Amor,

em cada gota de sangue,

em cada pulsação,

o desejo intenso, maior,

de sentir tua mão...pérfida sedução...

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 21:17