Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Como o Tempo Passa...

Segunda-feira, 03.11.08

 

Domingo, em deslocação á minha terra natal com meus pais, revi gente que á muitos anos já não via.

Al..(chama-me minha mãe), olha a tua catequista. Dª Quitéria com os seus 70 anos e rosto muito marcado pelo tempo, já não me conhecia e eu muito menos a ela (já passaram 40 anos).

Mais afastada, uma colega lá da empresa que por rescisão amigável quis ir embora á já alguns anos, e que me lançava um ligeiro sorriso, pensando talvez que eu já não a conhecesse (e se passasse por ela noutro local qualquer não a conhecería). Respondi-lhe com meu sorriso e me dirigi a ela. Após vários anos, parece que nada mudou. O tempo ainda não lhe fez marcas. "Vou meter os papeis para a reforma, já tenho 42 anos de caixa" diz ela. E dos seus 55-56 anos, vê-se que ainda terá muita vida pela frente, e apesar de dizer que vai ser penalisada na sua reforma, prefere ficar mesmo por casa, e tratar do seu jardim e do quintal.

Com todas estas alterações que tem havido na segurança social, nunca sabemos como vai ser daqui a 5-10 ou 15 anos, mas eu gostaria mesmo  de deixar de trabalhar aí pelos 58-60 anos (se lá chegar).

A vida só tem sentido se for vivida e não nos sentirmos presos, amarrados a algo que infelizmente sabemos que precisamos, para mais tarde não nos culparmos.

40 anos a trabalhar é muito tempo...É quase duas vezes a sentença máxima para quem matou alguém...E eu até ver não matei ninguém. Porque razão andarei a matar-me a mim próprio??

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por inoutyou às 21:43