Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



tarde de inverno...

Domingo, 26.01.14

 

 

tarde de inverno e desassossego,

tarde de domingo onde me prendo

ouvindo a chuva cair...

não se ouve um bater de asas,

um cão a latir,

tudo permanece quedo

mas eu sei que é tudo a fingir,

não vão acordar os fantasmas do medo.

 

se não fosse esta chuva, este enredo,

juro que inventaria asas de voar,

um caminho, um só sentido,

um paraíso, um abraço ao chegar,

um beijo (ainda que proibido),

mil histórias para contar

e acrescentar, num livro interrompido...

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 16:09


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.