Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



teu afago...

Sexta-feira, 02.05.14

 

 

 

sinto teu toque em meu rosto,

teu afago nas manhãs de primavera,

no pôr do sol no verão.

em cada afago, um sopro no coração,

com palavras que só ele entende...

 

abro a janela para a vida,

preciso te sentir novamente

na brisa que tarda chegar...

talvez tenhas adormecido, ou te sintas perdida...

Amor, ainda é cedo, tanto tempo para amar...

 

e são estes gestos que se repetem,

gestos que não mentem,

como dois corpos se amando,

se fundindo no acto,

almas gémeas gemendo e vibrando...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Alexandrino Sousa às 12:33


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.